.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Palavras Recentes

. Conversa com o Chefe!

. O Carvalho e o Eucalipto

. Ouse!

. Um Ciclo de Vida às avess...

. Informações de Transito

. Ausência

. Pegadas na Areia

. Papa Bento no seu Melhor ...

. Publicidade

. Exames!

.Palavras Passadas

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.Visitas Obrigatórias

.tags

. todas as tags

.Palavras Favoritas

. Amigos são Anjos...

. FIM DO DIA...

.E aí vão:

Free Web Counters
Free Site Counter

.Fases da Lua

CURRENT MOON

.VoxCards

.Ganha dinheiro com:

Publipt! Clique Aqui!

.Anuncia!!

blogs SAPO

.subscrever feeds

Quinta-feira, 28 de Setembro de 2006

Hoje recebi uma carta!

Hoje recebi uma carta...

Um texto de uma amiga minha... emocionei-me a ler... e por várias vezes tive de interromper a leitura, pois as lágrimas teimavam em cair!

Fica aqui a prova da minha amizade por ti... e, por favor... nunca te afastes!

"....divagações de uma mente conturbada.......

Hoje sinto-me particularmente triste.... como eu queria ser aquela menina de 5 anos novamente... como eu queria ter a certeza que tudo ia correr bem... como eu queria acreditar que todos aqueles que eu mais gosto nunca iriam desaparecer...

... como eu preciso de sentir o cheiro, o aperto do abraço... o olhar carinhoso....

... como eu queria voltar atrás, nem que fosse por uns minutos... ouvir a voz que me esqueci... sentir a presença... um abraço... um carinho.... infelizmente sei que peço o impossível...

... O meu percurso é tão cheio de buracos, parece uma estrada esquecida, olho para o lado e consigo ver a auto-estrada, mas também não me atrai... vejo pessoas a passar, que não dão valor as coisas mais básicas da vida, como o tal abraço... o cheiro... um sorriso... o ser verdadeiro... prefiro a minha estrada, por vezes caio e magoou-me, mas cada vez que me magoou encontro alguém enquanto me levanto... e que me estende a mão....

... neste momento, não estou tão egoísta como era... agora deixo as pessoas entrar no meu mundo, apesar deste medo que me corrói de as perder.... no fundo acho que tudo aquilo que eu amo morre... e acabo por me afastar das pessoas... elas não entendem... nem eu me entendo.... tenho medo... posso ter medo?

... Por vezes no escuro do meu quarto, fico apavorada, eu preciso tanto que... de......, pois admitir... admitir que preciso de pessoas a meu redor, preciso sorrir... as vezes preciso de sorrir... depois culpo-me.... porquê? Mas porquê?....

... Culpo-me porque... e se perco.... e a falta que me vai fazer sorrir outra vez... será que sei reaprender?....

.... Eu sei... eu tenho a teoria toda, que não é com esta linha de pensamento que devo viver.... mas apeteceu-me ser EU hoje... apeteceu-me abrir um pouco do meu livro....

.... E... caí uma lágrima atrás de outra... já passou...

.... Aprendi que não sei viver sem a amizade, aquela amizade pura, sem preconceitos, sem maldade, e, com muito amor....

Esta cartita é para ti, AMIGA!"

tags: ,
publicado por Pipoca às 09:57
link do post | Deixe Suas Palavras | favorito
|