.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Palavras Recentes

. Conversa com o Chefe!

. O Carvalho e o Eucalipto

. Ouse!

. Um Ciclo de Vida às avess...

. Informações de Transito

. Ausência

. Pegadas na Areia

. Papa Bento no seu Melhor ...

. Publicidade

. Exames!

.Palavras Passadas

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.Visitas Obrigatórias

.tags

. todas as tags

.Palavras Favoritas

. Amigos são Anjos...

. FIM DO DIA...

.E aí vão:

Free Web Counters
Free Site Counter

.Fases da Lua

CURRENT MOON

.VoxCards

.Ganha dinheiro com:

Publipt! Clique Aqui!

.Anuncia!!

blogs SAPO

.subscrever feeds

Segunda-feira, 13 de Novembro de 2006

Fado

Sempre tive uma enorme adoração pelo choro da guitarra portuguesa, e o encanto das vozes dos fadista...

A voz carregada de sofrimento e saudade transporta-me para o eterno e todas as cordas do meu coração e mente vibram!

Não pude secar nos olhos as lágrimas que teimavam em cair quando ao som de um fado interpretado pela Mariza, vi uma pessoa muito querida para mim, dançar!

Como professora de ballet quis fazer uma surpresa às alunas e coreografou e dançou o fado: Ó gente da minha terra.

Amei! Rendi-me completamente aos seus encantos e ainda hoje vibro com as recordações daquele momento, e cada vez que oiço este fado, revejo-a no palco, com um longo xaile, nos seus preciosos e delicados movimentos!

 

Ó Gente da Minha Terra

É meu e vosso este fado
Destino que nos amarra
Por mais que seja negado
Às cordas de uma guitarra

Sempre que se ouve o gemido
De uma guitarra a cantar
Fica-se logo perdido
Com vontade de chorar

Ó gente da minha terra
Agora é que eu percebi
Esta tristeza que trago
Foi de vós que a recebi

E pareceria ternura
Se eu me deixasse embalar
Era maior a amargura
Menos triste o meu cantar

Ó gente da minha terra
Agora é que eu percebi
Esta tristeza que trago
Foi de vós que a recebi

Letra: Amália Rodrigues
Música:
Tiago Machado 

 

 

publicado por Pipoca às 14:07
link do post | Deixe Suas Palavras | favorito
|