.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Palavras Recentes

. Conversa com o Chefe!

. O Carvalho e o Eucalipto

. Ouse!

. Um Ciclo de Vida às avess...

. Informações de Transito

. Ausência

. Pegadas na Areia

. Papa Bento no seu Melhor ...

. Publicidade

. Exames!

.Palavras Passadas

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.Visitas Obrigatórias

.tags

. todas as tags

.Palavras Favoritas

. Amigos são Anjos...

. FIM DO DIA...

.E aí vão:

Free Web Counters
Free Site Counter

.Fases da Lua

CURRENT MOON

.VoxCards

.Ganha dinheiro com:

Publipt! Clique Aqui!

.Anuncia!!

blogs SAPO

.subscrever feeds

Quarta-feira, 10 de Janeiro de 2007

S.O.S.

Ontem, em “conversa de sofá” surgiu a dúvida de qual a origem da sigla SOS.
Dei a minha opinião, e fui contrariada pela “razão” do meu Borboleto. Como não me dei por vencida, hoje, resolvi fazer uma pesquisa na Internet e, confesso, achei (muitas outras) coisas interessantes.
Saliento que, a sigla SOS não teve a sua origem na expressão “Save Our Souls”. Essa origem não passa de um mito urbano.
O facto é que SOS é simples de memorizar e enviar em código Morse (...---...). Antes de 1912 era mais usual a sigla CQD (Call to Quarters – Danger!) que é uma grande chatice de memorizar para quem não souber Morse (-.-. --.- -..), especialmente se comparada com SOS.
Sempre me pareceu ilógico que com um barco a afundar se andasse à procura da sigla adequada... não é o meu caso (hoje!) então na minha pesquisa achei este "site" e achei a explicação bem mais adequada.
Neste "site" discutem-se outras supostas palavras ou expressões que em alguma altura se supôs terem surgido de acrónimos ou siglas. E aí vai, em original inglês, a explicação do verdadeiro S.O.S., segundo a referida página na Internet: 
    
«S.O.S. 
    
The international Morse code distress signal, S.O.S., is another "word" with a false acronymic origin. S.O.S. does not stand for Save Our Souls, Save Our Ship, Stop Other Signals, Sure Of Sinking, or any other phrase. 
S.O.S. was chosen as the universal distress signal by the International Radio Telegraph Convention of July 1908 because this combination of three dots followed by three dashes followed by three dots (...---...), was easy to send and easily recognized, especially since they were usually sent as a nine-character signal, which stood out against the background of three-character Morse Code letters. The letters themselves are meaningless. 
The first recorded mention of the false acronymic origin is in reference to the Titanic sinking of 1912, which may account for its wide spread and endurance. 
Prior to 1908, the high seas distress signal consisted of the letters C.Q.D., which many took it to mean Come Quickly, Danger . Actually this term is a combination of the letters C & Q, the standard radio hail meaning essentially "calling all stations" or "is anyone out there?" and the nonsense letter D. Some suppose that the D stands for distress, but this is not documented. Use of C.Q.D. continued past 1908, and the Titanic's initial distress calls used this older signal. It was not until that ship was near sinking did the radiomen send out the new signal.»
 

Porém (e para consolar o meu namorado), também tem alguma razão em acreditar no mito urbano “Save Our Souls” uma vez que todos os dicionários e enciclopédias de referência consultados (alguns mesmo em inglês) registam este mito fazendo pressupor que esta expressão esteve de facto na origem da sigla SOS.

sinto-me:
publicado por Pipoca às 14:58
link do post | Deixe Suas Palavras | favorito
|