.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Palavras Recentes

. Conversa com o Chefe!

. O Carvalho e o Eucalipto

. Ouse!

. Um Ciclo de Vida às avess...

. Informações de Transito

. Ausência

. Pegadas na Areia

. Papa Bento no seu Melhor ...

. Publicidade

. Exames!

.Palavras Passadas

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.Visitas Obrigatórias

.tags

. todas as tags

.Palavras Favoritas

. Amigos são Anjos...

. FIM DO DIA...

.E aí vão:

Free Web Counters
Free Site Counter

.Fases da Lua

CURRENT MOON

.VoxCards

.Ganha dinheiro com:

Publipt! Clique Aqui!

.Anuncia!!

blogs SAPO

.subscrever feeds

Segunda-feira, 31 de Julho de 2006

A Maior Sopa do Mundo

Hoje recebi um mail com o título "A Maior Sopa do Mundo"!

Vou transcrevê-lo:

"Olá,

Pedimos que leia este e-mail e o reencaminhe para a sua lista de amigos.

Você não vai receber nenhuma soma astronómica da Microsoft. Você não vai receber nenhum telemóvel ou qualquer outro brinde grátis.

Apenas que garantimos que está contribuindo para uma tentativa de Recorde Mundial (a registar no Guinness Book of Records) que colocará PORTUGAL e a sua Gastronomia (Património cultural de todos nós) nas bocas do mundo…

A tentativa, organizada pela Confraria dos Gastrónomos do Algarve, será levada a cabo no próximo dia 3 de Agosto, entre as 18:00 e as 23:00 horas, na Zona Ribeirinha de Portimão (Recinto do Festival da Sardinha de Portimão) e contará com animação musical, ranchos folclóricos e fado (Cidália Moreira), conforme programa anexo.

Se estiver por perto ou mesmo longe (caso possa) venha participar neste histórico evento. Traga a família e/ou amigos.

É GRÁTIS...TODOS SÃO BEM VINDOS!

O gastronomias.com apoia a Confraria dos Gastrónomos do Algarve nesta tentativa de bater o recorde mundial.

Clique aqui:
http://www.gastronomias.com/cartaz-maior_sopa-p.jpg e veja o cartaz"

Eheheh! Espero que também apareçam...

 

sinto-me:
publicado por Pipoca às 12:47
link do post | Deixe Suas Palavras | favorito
Sexta-feira, 28 de Julho de 2006

O medo...

O Medo leva-nos a perder coisas únicas na vida, a não arriscar o que se procura, ao isolamento, à solidão...
O Medo leva-nos a perder a felicidade tantas e tantas vezes, simplesmente porque temos medo de dar um passo em frente e enfrentar o que o coração manda e a razão teima e trava...

publicado por Pipoca às 10:43
link do post | Deixe Suas Palavras | favorito
Quinta-feira, 27 de Julho de 2006

...cansaço...

...
Cansaço...
Já nem sei o que o meu corpo sente...
Nem tão pouco sei se ainda tenho o poder de sentir...
Preciso tanto de dormir...
Agora... só queria adormecer...
Adormecer, sem pressa de acordar...
Sem medo de sonhar...
Simplesmente queria descansar!

(foto: http://pensadora2.blogs.sapo.pt)

sinto-me: Estoirada
publicado por Pipoca às 11:04
link do post | Deixe Suas Palavras | favorito
Quarta-feira, 26 de Julho de 2006

Tocar

A cada acto, a cada pensamento, a cada luz, a cada toque, eu sinto o que e quem me rodeia. O toque de uma janela, de um animal ou de um Homem, duma flor, cada um como cada qual, e apesar de tanta diferença, tudo acaba sempre tão igual.

Uma janela, tão imóvel, tão fria mas que pode guardar tanto em nós; um animal, que sem tanto de racional, pode provocar tanto no pensamento de um Homem tão duro e lutador, tão frívolo e conquistador, tão inadequado e inteligente que nos toca sempre a mente; e, uma flor, tão desperta a cada raio de sol, tão vivida por uma simples gota de água, tão sentida a cada toque a tão simples toque que nos dá seres tão duros, frívolos e inadequados, uma flor na simplicidade da sua beleza, deixa de braços bem abertos, que nós homens, peguemos nelas e as levemos para casa.

Mas finalmente descobri a razão de levarmos a nossa simples flor para casa, esta flor é nos sempre sincera, não se vangloria enquanto murcha, nem murcha enquanto se vangloria, e sempre prar nós, o seu tocar, o seu viver, o seu sentir, sentir esse tão inútil, tão ligeiro, tão lindo a cada toque, a cada suave toque de cada uma das suas pétalas, sinto enorme sentir, como se cada pétala fosse uma leve brisa a passar pelas minhas costas, provocando uma reacção tal, que me toca, tanto e tão profudamente, como que uma onda do vasto e grandioso mar na leve e simples areia da praia.

Tão simples toque chegou tão longe e tão dentro, como poderá ser possível neste ser de tanta dureza e frieza tão delicada e com tanto para dar... a minha flor faz-me viver, tão suave só consigo imaginar eu nunca te perder... pois a cada acto, a cada pensamento, a cada luz, a cada toque, eu sinto que me rodeias... eu sinto... eu sei... tu és a minha Paz!

sinto-me: Perdidamente apaixonada
publicado por Pipoca às 09:55
link do post | Deixe Suas Palavras | favorito
Quarta-feira, 19 de Julho de 2006

A minha menina!

Com apenas um dia de vida... a minha pequena afilhada!!!
sinto-me: Uma madrinha babada!
tags:
Domingo, 16 de Julho de 2006

Felicidade

A minha afilhada já nasceu... Finalmente!

tags:
Sexta-feira, 14 de Julho de 2006

SOBRA SEMPRE PARA OS MESMOS

 

Alegoria da Gestão (No reino Animal)

Todos os dias, a formiga chegava cedinho à oficina e desatava a trabalhar. Produzia e era feliz. O gerente, o leão, estranhou que a formiga trabalhasse sem supervisão.
Se ela produzia tanto sem supervisão, melhor seria supervisionada...
E contratou uma barata, que tinha muita experiência como supervisora e fazia belíssimos relatórios. A primeira preocupação da barata foi estabelecer um horário para a entrada e saída da formiga. De seguida, a barata precisou de uma secretária para a ajudar a preparar os relatórios e contratou uma aranha que além do mais, organizava os arquivos e controlava as ligações telefónicas. O leão ficou encantado com os relatórios da barata e pediu também gráficos com índices de produção e análise de tendências, que eram mostrados em reuniões específicas para o efeito.
Foi então que a barata comprou um computador e uma impressora laser e admitiu a mosca para gerir o departamento de informática.
A formiga produtiva e feliz, passou a lamentar-se com todo aquele universo de papéis e reuniões que lhe consumiam o tempo!
O leão concluiu que era o momento de criar a função de gestor para a área onde a formiga, trabalhava.
O cargo foi dado a uma cigarra, cuja primeira medida foi comprar uma carpete e uma cadeira ortopédica para o seu gabinete. A nova gestora, a cigarra, precisou ainda de computador e de uma assistente (que trouxe do seu anterior emprego) para ajudá-la na preparação de um plano estratégico de optimização do trabalho e no controlo do orçamento para a área onde trabalhava a formiga, que já não cantarolava mais e cada dia se mostrava mais enfadada.
Foi nessa altura que a cigarra, convenceu o gerente, o leão, da necessidade de fazer um estudo climático do ambiente.
Ao considerar as disponibilidades, o leão deu-se conta de que a unidade em que a formiga trabalhava já não rendia como antes; e contratou a coruja, uma prestigiada consultora, muito famosa, para que fizesse um diagnóstico e sugerisse soluções.
A coruja permaneceu três meses nos escritórios e fez um extenso relatório, em vários volumes concluía: “há muita gente nesta empresa”.

Adivinhem quem o leão começou por despedir:


A formiga, claro, porque "andava muito desmotivada e aborrecida"

sinto-me:
publicado por Pipoca às 19:08
link do post | Deixe Suas Palavras | favorito